Coaching

O que é?

Coaching é uma palavra em inglês que existe desde  a idade média, que na época era usada para descrever os cocheiros, ou seja aqueles que conduziam os coches, como eram chamadas as carruagens. Os cocheiros conduziam os passageiros até o destino desejado.

Ao redor de 1850 , passou a ser concedido aos professores universitários , responsáveis em auxiliar estudantes a se prepararem para testes e exames.

Em 1950, foi utilizado para fazer menção a habilidade de gestão, ocasião em que surgiram as primeiras técnicas de  desenvolvimento pessoal.

Na atualidade Coaching pode ser descrito como um processo de um planejamento estratégico visando o alcance de uma meta  específica, seja pessoal ou profissional, focando presente e futuro.

Thimothy Gallwey, uma das referências mundiais do coaching, e autor do livro The Inner Game (O Jogo Interior do Tênis) descreve: “Coaching é uma relação de parceria que revela, liberta o potencial das pessoas de forma a maximizar o desempenho delas. É ajuda-las a aprender ao invés de ensinar algo a elas…”

Essa parceria  envolve o coach, profissional que desenvolve o trabalho, e o coachee , que é o cliente.

Como funciona?

O processo de coaching é realizado através de sessões que podem acontecer geralmente semanalmente ou quinzenalmente, e variam entre uma e duas horas, de acordo com o estabelecido entre coach e coachee.

Neste processo se identifica o estado atual, até chegar ao estado desejado, isto é qual a meta a ser alcançada. Durante o processo são trabalhados habilidades, competências e comportamentos,  assim como os pontos fortes e os desafios a serem vencidos, propiciando que o  coachee perceba que é responsável pelos seus resultados, e que para ocorrer uma verdadeira transformação, é preciso se responsabilizar pelos atos realizados ao longo da vida.

Diferentemente da terapia, o coaching não busca causas e possíveis traumas no passado, e  não está relacionado a cura, ao  aspecto emocional, mas sim  no resultado a ser alcançado, com foco na solução e não no problema.

O  coach incentiva, motiva a superação de obstáculos e dificuldades, estimula potencialidades promovendo mudanças positivas que favoreçam e motivem o alcance do objetivo do coachee, dando feedbacks e promovendo tarefas ao final de cada sessão  voltadas ao alcance da meta. Já o coachee, aproveita o impulso e  direção para aumentar seus conhecimentos, melhorar o que já sabe, aprender coisas novas e deslanchar seu desempenho

Um grande benefício é que este processo faz com que o coachee se estruture, planeje e tenha foco em colocar em prática as ações, rumo ao atingimento da sua meta, e consequente concretização do seu sonho.

Veja no esquema:

 

 

 

Linhas básicas do Coaching

Todos nós temos sonhos e objetivos, porém para atingí-los é preciso ter foco, disciplina  e muita dedicação, mas nem sempre conseguimos alcançar nossas metas sozinhos, e é neste contexto que entra o processo de coaching.

Coaching de vida:

Processo desenvolvido para a pessoa ter uma melhor qualidade de vida, tanto para o desenvolvimento pessoal, como no planejamento e vida. Visa expandir o seu auto conhecimento e está relacionado a uma meta de ordem pessoal. Pode  estar voltado a  diversos aspectos da vida como por exemplo comprar um carro, emagrecer, passar em um concurso.

Coaching Executivo:

Destinado a alcançar objetivos corporativos, alta performance de gestores e necessidades de negócios.

Atualmente as empresas avaliam os resultados de seus colaboradores por meio de competências, dessa forma no processo de coaching são desenvolvidas as competências, a fim de que o coachee alcance os resultados esperados pela empresa em que atua.

Coaching de Carreira:

Voltado para pessoas que almejam, alcançar altos níveis dentro da empresa  ou que desejam fazer transição de carreira, atua com profissionais para que se desenvolvam e possam ser orientados para novas oportunidades. Para tanto questões pessoais e desenvolvimento de competências também estão incluídos neste processo.

“Qualquer mudança em nossa vida se inicia com um sonho.”

E você?

Quais sonhos quer viver?

 

Psicologa Sônia Vazami